últimas resenhas

Resenha: Django Livre


21 de jan de 2013

/


Não recomendado para menores de 16 anos.
Novo filme de Tarantino (diretor de Pulp Fiction, Kill Bill, Bastardos Inglórios), ganhador do Globo de Ouro de melhor diretor e melhor ator coadjuvante para Christopher Waltz, fora  5 indicações ao Oscar.
O filme conta a história de Django, um escravo que foi alforriado para ajudar um caçador de recompensas, o Schultz, interpretado por Waltz, a reconhecer bandidos. Enquanto ajuda o Schultz, Django pensa em reencontrar sua esposa, que foi vendida para outra pessoa. O Schultz então faz um trato com Django, que pela da manutenção da parceria e uma parcela dos lucros, o ajudaria a alforriar a esposa.
O filme é longo, tem quase três horas, e possui, é claro,  as tão reconhecíveis características de Tarantino, violência beirando ao absurdo, sangue,  comicidade surgindo da violência, e mais um pouco de sangue.  Tarantino realiza um bom filme, mesmo que longo. A escolha do elenco é bem acertada, contando com a já reconhecida interpretação de Christopher Waltz e Leonardo DiCaprio( indicado ao Globo de Ouro), mas, na minha opnião, quem brilha no longa é Samuel L. Jackson, que está impagável, com um timming cômico incrível. 
Esse é meu segundo filme de Tarantino e o achei bem superior ao primeiro que assisti, que foi Bastardo Inglórios,  poucas coisas no filme me incomodaram, que foram a duração e as vezes que as cenas ficavam muito violentas e ao meu ver desnecessárias. Ah sim, a trilha sonora do filme é muito boa, algumas pessoas estranharam a “modernidade” das músicas, mas achei diferente, interessante, até mesmo aquelas que tinham uma batida rap. Enfim, é Tarantino, provavelmente daqui a um tempo será visto como cult.
PS: Pablo Villaça fez uma crítica muito boa no Cinema em Cena, analisando mais profundamente o filme, falando da técnica e visão do Tarantino.
O trailer do filme:

                          

comentários pelo facebook:

4 comentários:

  1. Parece ser incrível o filme.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Juliana! Tudo bem?
    Apesar de não ser fã de filmes longos, fiquei interessada por esse. Gostei do trailer! :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem sim :). Eu até gosto de filmes longos, mas tenho que assisti-los em um horário apropriado. O trailer é um show mesmo. E muito obrigada pela visita e pelo comentário :D

      Excluir

Olá, sinta-se à vontade para comentar, sua opinião é muito importante.
Para comentar usando somente o nome e url basta selecionar a opção no menu suspenso "comentar como".
Volte sempre! ♥
(Os comentários são moderados apenas com a finalidade de evitar palavras de baixo calão e de cunho pejorativo)

 

Hiperatividade Literária © alguns direitos reservados - 2016 :: design e código gabi melo